Dicas de Decoração para Pequenos Ambientes

Dicas de Decoração para Pequenos Ambientes

Decoração de casas pequenas: 10 dicas de tirar o fôlego


1 – Decoração de casas pequenas: Atenção às cores das paredes e teto
Prestar atenção nas cores do ambiente é algo que faz a diferença na decoração de casas pequenas e simples. Dependendo dos nossos planos podemos dar a impressão de profundidade, alongamento, continuidade, portanto é preciso pensar nisso com carinho.


Fonte: Casa Abril
 
O uso de cores claras é a melhor dica para quem deseja criar sensação de amplitude de espaço. Isso inclui o rodapé pintado na mesma cor da parede – o que ajuda a aumentar o pé-direito – e o teto branco, uma vez que as cores claras da parede encontrando com o teto a partir da quina cria um ótimo efeito sobre os tons. O papel de parede também pode ser uma boa ideia, desde que a estampa seja escolhida com cuidado e a arte seja aplicada no máximo em duas paredes.


Fonte: Bilico Móveis
 
Certo, nem tudo precisa ser branco. Você pode utilizar outras cores mais claras como os tons off white para as paredes. Se puder, deixe as cores para outros itens de decoração mais pontuais. Encare as paredes e o teto como a base da decoração de casas pequenas e sua missão será mais simples.

2 – Invista em prateleiras e nichos
Aproveitar as paredes é uma necessidade para quem tem uma casa pequena, mas você pode aproveitar e fazer bonito também para decorar. Então prateleiras e nichos de pouca profundidade podem ser utilizados para organização sem que o ambiente fique sobrecarregado.


Fonte: Terra – Vida e Estilo
 
A presença desses itens é uma necessidade para toda casa pequena, uma vez que o recurso economiza um espaço precioso, o que é uma boa ideia para cozinhas e banheiros, pois boa parte dos utensílios destes cômodos devem ser de fácil acesso.


Fonte: Blog Simples Decoração
 
Uma boa dica no que diz respeito a nichos e prateleiras é escolher modelos de linhas retas e cores claras e simples. Eles apresentam um design ideal para dar a impressão de leveza e ainda acrescentar um ar mais moderno ao cômodo escolhido, sendo ótimo para a decoração de casas modernas e pequenas. Para os nichos, mais interessante ainda é investir nos nichos vazados já que permitem a visualização da parede através delas e criam a sensação de visão maior.

3 – Aposte no estilo clean
O estilo clean é algo mais limpo. Um visual mais arejado e minimalista, que fala em simplicidade, e ao mesmo tempo, em modernidade. Isso significa apostar em um estilo que dá mais atenção ao essencial e que é o mais indicado quando temos pouco espaço disponível.


Fonte: Pinterest
 
Como já mencionamos, a ideia aqui é apostar na simplicidade. O branco e os tons neutros como gelo, amadeirado e bege são as cores mais indicadas, o que vai de encontro com o que foi dito anteriormente a respeito da escolha das cores da parede. Para a sala e para o quarto já é possível apostar em cores que remetam mais ao aconchego, embora ainda dentro de uma paleta considerada neutra. Em ambos os cômodos é possível aplicar cores em outros objetos, como almofadas e estofados. É um recurso muito usado em decoração de interiores de casas pequenas.


Fonte: Pinterest
 
Além disso a decoração clean preza por outras características. Além das cores neutras temos ainda a presença de móveis de ângulos retos sem enfeites ou adornos e também poucos objetos porém de presença forte. Mas claro, você também pode utilizar essas dicas mesmo fora do contexto clean, nesse caso veremos essas dicas com mais detalhes logo abaixo:

4 – Aposte em móveis com ângulos retos
Móveis com ângulos retos e sem adornos desnecessários transmitem maior leveza ao ambiente onde estão posicionados. Eles também são mais fáceis na hora de criar composições devido a sua versatilidade uma vez que combinam com os mais diversos estilos e gostos.


Fonte: Assim eu Gosto
 
Ok, pode parecer tedioso, mas não é o caso. Você não é obrigada a usar cores claras para os móveis, assim como nas paredes. Você pode escolher peças com tons mais fortes e marcantes, ou ainda móveis que sigam esse padrão mas possam ser utilizados em vários contextos. Caso goste de algo mais rústico, por exemplo, pode usar móveis com cor amadeirada, mas seguindo o formato proposto quanto aos ângulos retos, sem dúvida haverá menos desconforto visual e mais liberdade para outros acessórios na hora de decorar.


Fonte: Blog da Reforma
 
Já sobre o sofá, a melhor dica que ele seja do tipo ‘sequinho’, menos profundo e de braços finos, o que proporciona melhor aproveitamento do espaço de assento. Poltronas também podem ser uma boa ideia para uma troca equivalente pois ajudam a ganhar espaço. Por exemplo: ao invés de um jogo de sofá de três e dois lugares pode ser melhor substituir um destes sofás por uma ou duas poltronas confortáveis.

5 – Invista em móveis funcionais e planejados
Os móveis planejados ou que agregam mais funções são uma verdadeira necessidade para decorar espaços pequenos. Estamos falando aqui em beleza e praticidade: se a ordem é preservar o espaço de circulação, então precisamos investir.


Fonte: Hawk Collector
 
Móveis planejados parece algo bobo, mas sabia que esse planejamento pode acabar fazendo a diferença no visual? No caso dos embutidos, eles quase não ocupam espaço e proporcionam uma área valiosa para armazenar objetos, o que é ótimo em se tratando de um local pequeno.


Fonte: Pinterest
 
Já móveis suspensos deixam o visual bem mais leve. A TV pode ser fixada na parede, em caso de painel, use cores mais claras. Já para rack, vale ter em mente o que estará posicionado, assim poderá escolher melhor ou fazer o que precisa já sob medida para obter algo proporcional.

6 – Objetos grandes em menor quantidade
O uso de objetos grandes de decoração de casas pequenas em menor quantidade tem maior presença que peças menores em quantidades maiores. Isso porque o arranjo propicia que duas ou três peças tenham maior destaque, aparentando melhor organização e harmonia visual.


Fonte: PIC2VIRAL
 
Para a escolha, você pode pensar na questão da temática: escolhendo de acordo com o estilo do cômodo é possível encontrar as melhores possibilidades sem medo de errar. Estamos falando aqui em quadros, posteres, vasos de cerâmica e outras peças decorativas que dão um charme a mais a qualquer lugar.

7 – Decoração de casas pequenas: Decore com o essencial
Em uma casa pequena, o jeito é deixar apenas o essencial. E se a ideia é decorar, podemos fazê-lo partindo deste mesmo princípio. Não é só porque um objeto deve ser útil que ele é automaticamente desprovido de personalidade. Pelo contrário: eles tem estilo e muito charme a oferecer.


Fonte: Móveis Decorando
 
Essa dica é uma verdadeira regra no caso das cozinhas, nas quais a praticidade é o ponto alto. Veja alguns exemplos de como o essencial pode fazer a diferença na hora de decorar:


Fonte: Pinterest
 
Luminárias, abajur, móveis maiores como sofás e poltronas, cortinas, tapetes e almofadas… parece pouco, mas faz uma grande diferença. Nos quartos então, o essencial faz uma diferença incrível, podendo ser um elemento pontual de cor e estilo em um cômodo que costuma prezar pela neutralidade nas cores.

abajur
Fonte: Abajur Colorido Decorado Cerâmica Burguina
 
E claro, a escolha também depende do estilo pretendido para a decoração da sua casa. Mantendo o foco, as chances de acertar são muito maiores.

8 – Que tal um jardim vertical?
Jardins verticais fazem o maior sucesso em varandas pequenas ou outros pontos de uma casa e deixam o ambiente muito bonito. Porém merecem cuidado tanto na hora da escolha das plantas e do local de cultivo como para manutenção.


Imagem: Pinterest
 
O jardim vertical pode ser comprado pronto apenas para montagem onde preferir ou você mesma pode elaborá-lo. Já a escolha das plantas deve levar em consideração fatores como tamanho, resistência, necessidade de sol e água e tempo de manutenção, assim como o sistema escolhido para suporte do jardim.


Fonte: Arquitrecos / Casa Casada
 
Métodos como blocos e vasos sem grande profundidade precisam de plantas com raízes superficiais (dinheiro-em-penca, lambari-roxo, peperômia e outros). Já a técnica utilizada em blocos de concreto pré-moldado permite uso de aspargo-pendente e barba de serpente. Para os quadros vivos, é interessante lançar mão de espécies como orquídeas, begônia, chifre-de-veado, pingo de ouro etc.

9 – Lance mão de móveis e acessórios transparentes
Móveis e acessórios transparentes são uma ótima ideia para a decoração de casas pequenas, já que dão a sensação de alongamento do espaço ao refletir a luz. Nesse caso objetos como mesas com tampo de vidro, portas, armários ou cadeiras acrílico transparente, portas e armários com vidros são boas ideias para deixar o local com uma atmosfera mais leve.


Fonte: Lojas KD
 
Essa dica combina com as cores claras do cômodo já citadas anteriormente e dando destaque a iluminação natural, que aliás é um quesito sobre o qual falaremos agora.

10 – Iluminação natural e espelhos


Fonte: Wikiin
 
A iluminação é um fator e tanto para decorar as casas pequenas, principalmente dando atenção a luz natural. Junto com as cores claras, a luz natural ajuda a criar a sensação de que o ambiente é maior. Tanto que é interessante até mesmo evitar as cortinas, caso isso não atrapalhe sua privacidade – ou utilizar cortinas de tecido leve e cores claras semitransparentes.


Fonte: FresHome
 
Outra dica que diz respeito a iluminação é o uso de espelhos: pousado no chão ou pendurado na parede, ele ajuda muito a ampliar o espaço disponível utilizando seu reflexo, em especial quando colocados atrás de aparadores, TVs ou mesmo paredes inteiras. É uma ótima ideia para quartos, salas de estar, de jantar e lavabos.
 
Blog da Cerâmica Burguina!